Idas e Vinhas Wine Club

domingo, 8 de abril de 2012

Degustação: Yarden Katzrin Chardonnay, vinho da Terra Santa.

Yarden Katzrin Chardonnay 2009
Yarden Katzrin Chardonnay 2009
Em novembro de 2011 tive a oportunidade de visitar Jerusalém, em uma viagem a trabalho. Como não teria muito tempo livre, antes de sair do Brasil já havia dito à minha amiga israelense Liat que eu gostaria de comprar alguns vinhos da região.


Jerusalém é uma cidade mágica (mas esse é assunto para outro post), e em nossa única noite livre minha amiga me levou a uma loja de vinhos kosher* localizada em um shopping elegante da cidade, bem em frente ao Jaffa Gate, portão que guarda o Quarteirão Cristão e Armeno da Jerusalém histórica.

O vinho que degustamos hoje foi um dos que trouxe de lá: Yarden Katzrin Chardonnay 2009, produzido por uma das vinícolas líderes do mercado israelense e uma das que mais exporta para o Ocidente, a Golan Heights Winery.

O Yarden Katzrin Chardonnay é um vinho varietal, produzido na região de Katzrin (onde a vinícola foi fundada) com altitudes superiores a 900 metros e é envelhecido em barricas novas de carvalho francês (o rótulo Yarden é o top da vinícola, e o Katzrin no nome indica o primeiro vinho da linha chardonnay).

Notas de degustação (método Giancarlo Bossi modificado pela ABS/Rio):

Aspecto: Bela cor amarelo-ouro, bem característica da casta chardonnay. Claro, muito transparente e brilhante.

Aromas: a complexidade e intensidade dos aromas nos surpreendeu. Estavam presentes aromas terciários típicos do envelhecimento em carvalho (baunilha, madeira tostada), mas ainda estavam bem pronunciados os aromas secundários (frutos da fermentação) de mel, abacaxi e os aromas primários de flor de laranjeira, jasmim, maracujá, e lichia .

Gosto: na boca, confirmamos os aromas florais e frutados, o tostado e o mel, além da manteiga também típica. Consideramos finos, intensos e com boa persistência. O alto teor alcoólico (surpreendentes 14,5%) conferiu bom corpo ao vinho, mas não o desequilibrou. De acidez agradável, termina bem, deixando a boca fresca com  fundo tostado. 

Embora pronto para beber, pela sua estrutura e equilíbrio fica a impressão de que pode evoluir muito ainda (entre 3 e 5 anos).

Nota: 87 (muito bom, um vinho com qualidades especiais).

O Rótulo
Vinho: Yarden Katzrin Chardonnay
Tipo: Branco
Casta: Chardonnay
Safra: 2009
País: Israel
Região: Colinas de Golan, Galiléia
Produtor: Golan Heights Winery
Graduação: 14,5%
Preço Médio: R$ 80,00
Temperatura de Serviço: 12ºC
Outros atributos: Vinho Kosher

* Segundo a Associação Brasileira de Sommeliers/SP, em Israel o vinho kosher deve ser certificado por um rabino e seguir rigorosamente quatro regras:
"1. As videiras produtoras devem ter pelo menos quatro anos de idade.
2. O vinhedo, se estiver localizado dentro de terras bíblicas, deve ser deixado uma vez sem cultivo a cada sete anos.
3. Somente videiras devem ser plantadas nas áreas de cultivo de vinhas.
4. Desde a chegada à vinícola, as uvas e o vinho resultante devem somente ser manuseados por judeus que respeitem integralmente o sabbath, sendo obrigatório o uso de materiais 100% kosher nos processos de produção, maturação e engarrafamento do vinho."

Alguns rabinos ainda mais tradicionalistas insistem que o vinho deve ser cozido (pasteurizado) para que os não judeus não pudessem reconhecer a bebida resultante - Kosher Mevushal  - como vinho. O vinho degustado não é Mevushal, por isso não pode ser distinguido de um vinho não kosher em uma degustação às cegas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...