Idas e Vinhas Wine Club

terça-feira, 12 de março de 2013

Vinhos Westend Estate – Austrália


Dia 07/03/2013 participei da degustação dos vinhos da vinícola australiana Westend Estate (importados pela KMM), na ABS-RJ.

Quando se fala de vinhos australianos disponíveis aqui no Brasil, o senso comum é de que são vinhos de baixo custo benefício. Felizmente, não foi essa a minha impressão sobre os vinhos da Westend Estate. São vinhos de qualidade acima da média e acessíveis para o bolso. 

A produção de vinhos na Austrália está distribuída em duas regiões: Sudeste (a maior) e Sudoeste. As zonas de climas quentes e temperados concentram a maioria dos vinhedos. As regiões compreendidas pelo Murray Valley, que se espalham pelos estados de South Austrália, Victoria e New South Wales, representam mais de 50% da produção total do país. São elas: Riverland, Murray Darling, Swan Hill, Riverina e Periccota.

Idas e Vinhas

No entanto, em termos de qualidade, as melhores uvas vêm das zonas temperadas e frias, quer seja em altos vales ou sob influência das brisas marítimas, próximas às metrópoles de Adelaide, Sidney, Melbourne e Perth.

A vinícola Westend Estate está localizada em Riverina, que é uma região agrícola do Sudoeste de New South Wales. Riverina é distinta de outras regiões da Austrália pela combinação de planícies, clima quente para muito quente e por possuir uma ampla oferta de água para irrigação. Esta combinação permitiu a Riverina se desenvolver em uma das áreas mais produtivas e de agricultura diversificada da Austrália. Delimitada ao Sul pelo estado de Victoria e no Leste pela Grande Cordilheira Divisória, a Riverina abrange as áreas de New South Wales no Murray e as zonas de drenagem Murrumbidgee para a sua confluência no Oeste.

A Westend Estate foi estabelecida em Riverina em 1945 pelo casal de italianos Francesco e Elizabeth Calábria, quando adquiriram apenas 5 acres (2,02 hectares) de terras no extremo Oeste do município de Griffith. Três gerações e 65 anos mais tarde a Westend Estate Wines adquiriu vinhedos, crescendo em tamanho e estrutura. Hoje a vinícola é gerenciada pelo seu filho William Calabria, sua esposa Lena e filhos.

A degustação
Quem conduziu a degustação do dia 07/03/2013 na ABS-RJ foi Andrew Calabria, gerente de vendas e marketing da vinícola. Com inglês de fácil compreensão, Andrew começou falando da família e do pai (William), que é o enólogo.

Um fato curioso é que William é alérgico ao vinho, o que faz com que ele apenas deguste no sentido restrito da palavra (provar e cuspir!). Porém isso não foi motivo para impedí-lo de produzir bons vinhos, e acreditar em castas que provavelmente somente ele ainda cultive.

Os rótulos dos vinhos são muito bacanas, diferentes e modernos. São de responsabilidade da irmã do Andrew, Francesca.

Ao todo foram apresentados 8 vinhos, mas vou apresentar as notas de degustação dos dois que mais gostei e que considero diferentes.

São eles:

Calabria Private Bin 2008 – 100% Saint Macaire (R$89,00)
A casta Saint Macaire é californiana e conhecida por produz vinhos de baixa qualidade.

Baixa qualidade? Muito longe disso!!! O vinho é muito bom! De cor rubi intensa. No nariz surgem as notas de rosas, especiarias (baunilha, pimenta e sálvia), ao girar a taça, são liberados aromas de frutas vermelhas maduras e também de evolução (defumado, tabaco e um leve querosene). Na boca é encorpado, as frutas são confirmadas, é macio, de boa acidez. Os taninos são leves e o álcool está na medida certa. De final longo e agradável.

Idas e Vinhas

3 Bridges Durif 2007 – 100% Durif (R$128,00)
De origem francesa, surgiu do cruzamento entre a Peloursin e a Syrah e durante muito tempo ela foi cultivada não pela qualidade dos seus vinhos mas sim pela sua natural resistência ao míldio (um tipo de fungo que ataca a videira).

Várias camadas de aromas. Caramelo, chocolate e café com alguma nota herbal, ameixas maduras e um leve tostado. No paladar é frutado, equilibrado e com taninos vivos, que ficarão ainda melhores com alguns anos em garrafa.

3 Bridges Durif 2007

Os outros vinhos degustados foram os seguintes:

Idas e Vinhas
Eternity Brut Cuvee - R$58,00
Idas e Vinhas
Poker Face Semillon Sauvignon Blanc 2012 - R$48,00
Idas e Vinhas
Richland Sauvignon Blanc 2012 - R$59,90
Idas e Vinhas
Poker Face Rosé Shiraz 2012 - 48,00
Idas e Vinhas
Poker Face Cabernet Merlot 2011 - R$48,00
Idas e Vinhas
3 Bridges Golden Mist Botrytis 2005 - R$115,00
Literaturas pesquisadas para este post:
Os Segredos do Vinho - José Osvaldo Albano do Amarante
Guia de Castas - Jancis Robinson

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...