Idas e Vinhas Wine Club

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Aconteceu...: Degustação Rutini Wines na ABS-RJ em 25/03/2013


Idas e Vinhas
A história da Rutini Wines remonta ao início do século XIX quando Don Francisco Rutini elaborava vinhos artesanais e os comercializava em seu povoado natal, Ascoli Piceno, Le Marche, na Itália. 

Em 1885, Felipe Rutini (único filho de Don Francisco) se formou em enologia e imigrou para a América dando continuidade à tradição vitivinícola da família. Neste ano Felipe plantou as suas primeira videiras em Coquimbo, departamento de Maipú em Mendoza. Ao final de 1885 iniciou a construção da bodega La Rural que foi totalmente reformada na década de 90 conservando a sua arquitetura original do século XIX.

Em 1919 Felipe falece e a continuidade do desenvolvimento da vinícola fica sob responsabilidade dos seus descendentes.

Em 1925 a família Rutini plantou o seu primeiro vinhedo em Tupungato, que é um município do Valle de Uco, se tornando os pioneiros nesta zona. As altitudes vão de 860 a 1.300 metros.

O Valle de Uco é a zona mais fria de Mendoza, com invernos rigorosos e verões quentes, dias temperados e noites muito frias. Com 8 mil hectares de vinhas, é hoje a região mais importante para novos investimentos. Produz bons tintos e brancos com ótima acidez, considerados pela crítica os melhores do país.

Idas e Vinhas


Hoje a Rutini possui 225 hectares de vinhedos em cinco diferentes áreas de Mendoza: Maipú, Rivadavia, La Consulta, Altamira e Tupungato.

O enólogo da casa é  Mariano di Paola, que está na bodega desde 1995, é considerado por muitos um dos top winemakers da Argentina. Mariano aprecia as características dos vinhos bordaleses, e isso faz com que seus vinhos tenham esse estilo, sejam delicados e elegantes, com boa fruta e sem excesso de madeira. Essas características ficaram bastante evidentes na degustação. Quando se pensa em vinhos argentinos, esperamos encontrar vinhos bastante encorpados e muito alcóolicos, um pouco carentes de equilíbrio. A boa surpresa da Rutini é que os tintos possuem cerca de 13% de álcool. Ponto para a elegância e o equilíbrio!

Em 1994 Nicolás Catena passou a ser um dos investidores da Rutini o que ajudou a equipar e modernizar a bodega. 
Idas e Vinhas
Foto de Jorge Cano
Hoje a bodega produz 2 milhões de caixas e 30% são exportadas para mais de 40 países sendo EUA, China e Brasil os maiores mercados.

A degustação foi conduzida por Sol Asensio, que é a gerente de comércio exterior da vinícola.

Os vinhos que degustamos foram os seguintes:
Trumpeter Chardonnay 2011
Rutini Sauvignon Blanc 2011
Trumpeter Malbec/Syrah 2010
Rutini Cabernet Sauvignon/Malbec 2009
Rutini Malbec 2009
Rutini Apartado 2006

Idas e Vinhas


A linha Trumpeter é de vinhos para o dia a dia, são simples, fáceis de beber e ainda muito bem elaborados. Segundo diz a lenda, o nome Trumpeter foi dado ao vinho devido ao pássaro de mesmo nome ser o agente polinizador das videiras.

Já os vinhos da linha Rutini são para o público de paladar mais exigente pois já apresentam um pouco mais de complexidade e elegância. O Rutini Apartado é da linha super premium e o Ícone é o Felipe Rutini.

Vamos a eles?

Trumpeter Chardonnay 2011
100% Chardonnay, passando 7 meses em carvalho francês.
Aromas de frutas brancas, melão, maçã verde e pêra, alguma especiaria, vegetal e bem mineral. É um branco de corpo leve para médio, com boa acidez e frescor.
R$59,00

Rutini Sauvignon Blanc 2011
100% Sauvignon Blanc. 25% do mosto é fermentado em carvalho francês novo para dar mais volume e proporcionar final mais longo.
Aromas de frutos cítricos, grama molhada, lima, meio adocicado, leve nota de gengibre e avelã. Muito bem equilibrado, refrescante e persistente no nariz e em boca.
R$65,00

Trumpeter Malbec/Syrah 2010
50% Malbec e 50% Syrah. Passa por carvalho americano e francês de 2º e 3º uso por 7 a 9 meses. 13,5% de álcool.
Fresco no nariz, nortas de hortelã, pimentão, tostado e especiarias, além das frutas vermelhas. Boa acidez, com taninos maduros e macios. Vinho simples mas com bom acabamento.
R$53,00

Rutini Cabernet Sauvignon/Malbec 2009
50%Cabernet Sauvignon e 50% Malbec. A Cabernet deu a estrutura e o corpo e a Malbec as frutas maduras e os taninos leves. 13% de álcool.
Aromas de terra molhada, couro, anis, café e ameixas maduras. Em boca é levemente adocicado, com boa acidez, taninos leves e corpo médio para encorpado.
R$75,00

Rutini Malbec 2009
100% Malbec. 50% das uvas são provenientes de Tupungato e os outros 50% de La Consulta. Estagia durante 15 meses em carvalho francês (80%) e americano (20%) de 1º uso. 12,8% de álcool.
De cor rubi muito bonita. Apresentou notas mentoladas, amoras e framboesa, floral, alguma especiaria picante e uma leve mineralidade. Encorpado, com boa acidez, taninos aveludados e com final longo.
R$113,00

Rutini Apartado 2006
50% Cabernet Sauvignon, 30% Malbec e 20% Syrah. 18 meses em carvalho francês novo (50%) e 50% de 2º uso. 13,5% de álcool.
De cor granada.
Aromas adocicados de frutas vermelhas maduras, ameixa, fumo e especiarias. Apresentou aromas terciários de couro e pele de salame. É encorpado, com taninos sedosos, boa acidez e de final médio para longo.
R$232,00

Idas e Vinhas

Os vinhos da Rutini são importados pela Zahil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...