Idas e Vinhas Wine Club

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Provamos e aprovamos... Ken Forrester Old Vine Reserve Chenin Blanc 2010

Idas e Vinhas

A produção de vinhos na África do Sul é tão antiga quanto em algumas regiões europeias. Lá se produz vinhos há mais de 350 anos e foi com o fim do apartheid em 1991 e após a eleição de Nelson Mandela, em 1994, que o mercado sul-africano de vinhos foi apresentado ao mundo.

As primeiras mudas de vitis vinífera foram plantadas onde hoje é a Ken Forrester em 1694. De lá para cá a propriedade passou por várias famílias. A família Forrester adquiriu a propriedade em 1993 e deu início ao processo de recuperação dos vinhedos e da cantina, visando a produção de vinhos de alta qualidade e procurando resgatar a casta Chenin Blanc (localmente conhecida como Steen). A primeira safra engarrafada com o rótulo Ken Forrester foi em 1994, seguindo-se várias premiações.

A vinícola está localizada no distrito de Stellenbosch, conhecido como o lar dos vinhos de alta qualidade da África do Sul. É a região demarcada mais conhecida e de maior importância. O clima é considerado como o ideal para os vinhedos, com chuvas suficientes durante o inverno e verões relativamente frescos graças aos ventos vindos da False Bay que percorrem as montanhas até os vales.
 
Idas e Vinhas
Copyright: Wine Folly
A Ken Forrester possui 40 hectares sendo que 36 deles são de vinhedos (alguns com mais de 30 anos) produzindo: Chenin Blanc, Sauvignon Blanc, Cabernet Sauvignon, Shiraz, Merlot, Grenache, Mourvedre, Cabernet Franc e Petit Verdot.
 
Idas e Vinhas
Copyright: Ken Forrester
Sustentabilidade e biodiversidade são assuntos levados a sério pela vinícola. e por isso fazem parte do programa de sustentabilidade desenvolvido pelo governo sul-africano.

Idas e Vinhas

A organização Wines of South Africa, sob designação do Departamento de Agricultura, é responsável pelo programa.

Ao ostentar esse selo, o produtor e o consumidor têm assegurado que:
- A safra, a casta e a origem estão corretamente explicitadas no rótulo;
- O vinho foi produzido de forma sustentável, respeitando o meio ambiente e seguindo as regras do programa;
- O vinho pode ser rastreado por toda a cadeia produtiva, da vinha à garrafa;
- Foi engarrafado no país, ou seja, é 100% sul-africano.

Vamos ao vinho?
100% Chenin Blanc, fermentado em tanques e barris e deixado em contato com as leveduras em barris de carvalho francês (sendo 20% novos) durante 9 meses. 14,5% de álcool.
Elaborado com uvas provenientes de vinhedos com 35 anos.

Cor amarelo dourado com reflexos dourados. Complexo no nariz, com aromas bastante finos e intensos de maçã, pera, melão, damasco e figo seco, mel, tostado e madeira, muita madeira (pode ser enjoativo para alguns paladares). Em boca apresentou bom corpo e equilíbrio entre álcool e acidez. As frutas secas, o mel e o tostado são confirmados, de final muito persistente e retrogosto amadeirado e tostado.

Nota IV: 88
WS: 90
R$49 há 1 ano atrás, na Bergut
Importadora: Inovini
Idas e Vinhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...