Idas e Vinhas Wine Club

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Idas e Vinhas na estrada – 10/12/2012 parte II - Viña Errazuriz – Valle de Aconcagua


Após deixarmos a Viña von Siebenthal  (veja aqui) seguimos para a Viña Errazuriz, que fica apenas a algumas centenas de metros.

Esse primeiro dia nos deu a ideia da diversidade da indústria vinícola chilena. Saímos de uma vinícola boutique, com 7 rótulos e produção limitada, para conhecer a 8ª vinícola chilena, com uma linha de 21 rótulos (sendo 3 os ícones La Cumbre, Kai e Don Maximiano). Além desses, a Errazuriz vinifica as uvas procedentes dos vinhedos Seña e Chadwick, também pertencentes ao grupo.

A visita:

Nosso programa na Errazuriz consistiu em um almoço harmonizado, uma visita à bodega ícone e uma degustação especial. Sem pressa, passaríamos quase toda a tarde por lá.

O entorno da vinícola é impressionante. Vinhedos muito bem cuidados e um belo jardim precedem a antiga casa datada de 1870, onde fica o restaurante, as salas de degustação, a enoteca e a vinificação das linhas tintas Reserva, Max Reserva e os tintos especialidades (Wild ferment, Single Vineyard, The Blend). À direita se destaca a bodega ícone, de arquitetura moderna, que vinifica os ícones tintos do grupo. Os vinhos brancos são vinificados em uma planta no Valle do Curicó.

Errazuriz
Bela vista da vinícola
Nossa mesa já estava pronta para aquele que seria uma experiência enogastronômica incrível! O restaurante exclusivo, que só funciona com reservas, é comandado pela chef Gladys Alvares. O ambiente é muito bonito, com vista para os vinhedos.

Restaurante Errazuriz
Belas empanadas
Para acompanhar as entradas (delicadas empanadas de espinafre e champignons, seguidas de uma entrada de pasta de abacate e quinoa, camarão e salmão defumado) degustamos o Sauvignon Blanc 2012 da linha Reserva State. Embora da linha mais simples, o vinho é muito bom, confirmando a fama chilena de ter excelentes Sauvignon Blanc, muito frutados e refrescantes.

Restaurante Errazuriz

Em seguida chegou o prato principal (um filé mignon no ponto exato com purê de batatas), e já estávamos bastante contentes com o Cabernet Sauvignon Single Vineyard 2012 com bom corpo e aromas frutados quando o garçom chega com um mimo muito especial: Don Maximiano Founder’s Reserve 2009!! Esse vinho ícone, que traz o nome do fundador da vinícola e representa toda a sua tradição, é realmente excelente. Complexidade de aromas, taninos macios, equilibrado e perigosamente fácil de beber!

Restaurante Errazuriz

O gran finale: um delicioso sorbet de frutas vermelhas com torrone gelado acompanhado do Late Harvest 2010 Sauvignon Blanc.

Restaurante Errazuriz

Restaurante Errazuriz
As estrelas do almoço
Depois do excelente almoço, fizemos um breve tour pelas dependências da casa antiga e pela bodega ícone.
Errazuriz
A nossa guia Maddy Savard
“Da melhor terra, o melhor vinho”. Essa frase, de autoria de Don Maximiano Errázuriz, o patriarca que fundou a bodega em 1870, traduz a filosofia da vinícola. As primeiras videiras foram clones trazidos da França, que se beneficiaram do excelente terroir chileno e fizeram da Errazuriz uma das mais expressivas vinícolas chilenas.

Hoje o grupo Errázuriz é comandado por Eduardo Chadwick, descendente direto de Don Maximiano, responsável pelo salto tecnológico na produção e a consolidação dos vinhos icônicos do grupo.

Voltando ao nosso tour, a enoteca, com cerca de 4000 garrafas, guarda todas as safras dos vinhos ícones. As preciosas garrafas são destinadas às degustações comerciais e outras ocasiões especiais.

Errazuriz enoteca
Todas as safras do Seña, Kai, Don Maximiano, Lacumbre e Chadwick
Saindo da casa antiga, à esquerda fica a bodega ícone, com capacidade para vinificar 350 mil litros/ano. Lá são vinificados e envelhecidos o La Cumbre, Seña, Don Maximiano, Kai e Chadwick. Depois da vinificação em tanques de aço inoxidável e carvalho francês, os ícones passam pelo menos 18 meses em barricas novas de carvalho francês.

Errazuriz - tanques de carvalho francês e de aço inoxidável

Errazuriz - Sala de envelhecimento

A degustação:

A visita terminou em grande estilo. Foram selecionados 4 vinhos da linha Max Reserva, além dos ícones Seña e La Cumbre.

Errazuriz - degustação

Max Reserva Sauvignon Blanc 2012.
Bastante aromático, com o maracujá característico, mas também frutos cítricos e um toque floral. Médio corpo, percebemos também uma agradável mineralidade, tipico do solo dessa região (base de argila e xisto). Essa linha reserva estagia nos tanques de aço por três meses com as próprias borras, para conferir corpo ao vinho. Vinho muito agradável.

Max Reserva Carmenére 2010.
No nariz logo percebe-se as especiarias, com notas de pimenta do reino e frutas negras e coco queimado. Na boca as especiarias são confirmadas. É de bom volume e com taninos macios. Muito bom vinho.

Max Reserva Syrah 2010.
As frutas maduras estão presentes, mas é a ameixa que se sobressai. Algumas notas vegetais e de madeira. A acidez presente chega a dar um toque de refrescância. É um vinho elegante e com boa complexidade.

Max Reserva Cabernet Sauvignon 2010
Cor rubi intensa. No nariz surgem as notas refrescantes da hortelã, das frutas frescas, algumas especiarias, temperos, notas de tostado (café) e um peculiar e adocicado aroma de tabaco. Na boca chega a ser levemente adocicado, as especiarias estão presentes, os taninos são aveludados e a acidez está perfeita. Este vinho fará bonito em um belo churrasco.

La Cumbre 2009.
Chama a atenção o brilho do rubi muito escuro, quase negro desse ícone 100% Syrah. Os aromas são densos, adocicados de geléia de frutas vermelhas, baunilha, chocolate, algumas notas defumadas e muita pimenta do reino. Na boca é complexo, cremoso, fresco, as frutas vermelhas estão presentes. Os taninos são finos e dão a esse vinho uma elegante estrutura e finesse. Final longo e agradável. Excelente vinho, com grande potencial de guarda.

Seña 2009
Bela cor rubi profunda. Complexo e intenso no nariz. Notas de especiarias (cravos) e frutas vermelhas (framboesas), louro, café e algum vegetal. Mas é na boca que ele se sobresai, corpulento, os aromas são confirmados e há algumas notas de frutos secos (nozes e coco). Bela textura, taninos aveludados e acidez refrescante fazem deste ícone um vinho de longa guarda. Um vinho especial.

E assim, após um primeiro dia muito agradável, retornamos a Santiago, pois o dia seguinte nos reservava mais surpresas....

Provamos e aprovamos:
Errazuriz The Blend Collection 2008
Errazuriz The Blend Collection 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...